Gestão Pública News

Justiça

TJ de MT aumenta auxílios de servidores e magistrados para R$ 2 mil
13 de Abril de 2018 ás 14:12 -

FOLHAMAX Os magistrados e servidores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT) terão mais um "incentivo" para fazerem...

TJ de MT aumenta auxílios de servidores e magistrados para R$ 2 mil

FOLHAMAX

Os magistrados e servidores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT) terão mais um "incentivo" para fazerem girar a máquina judiciária estadual A partir do dia 1º de maio de 2018. De acordo com um ofício assinado pelo presidente do órgão, o desembargador Rui Ramos, na última quinta-feira, os funcionários poderão receber R$ 1,950 mil por mês só de auxílio-alimentação e saúde.

Atualmente, os servidores e magistrados recebem auxílios saúde e alimentação no valor de R$ 1,6 mil fazendo com que o aumento proposto pelo desembargador Rui Ramos seja de 21,8%. A inflação registrada nos últimos 12 meses, segundo o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) é de 2,68%.

Rui Ramos justifica que o aumento faz parte do Plano de Gestão do Biênio 2017/2018, que “tem como um dos pilares, as implementações de ações de valorização dos servidores do Poder Judiciário". O auxílio alimentação poderá atingir a cifra de R$ 1,150 mil e o auxílio-saúde R$ 800. “Considerando que os direitos à saúde e alimentação são direitos sociais merecedores de maior atenção do Poder Judiciário-MT, determino a majoração do auxílio-alimentação no valor de R$ 1.150,00 e do auxílio-saúde no valor de R$ 800,00 ambos, com efeitos a partir de 01 de maio de 2018”, diz trecho do ofício.

Rui Ramos, porém, solicitou informações  à Coordenadoria de Planejamento do TJ-MT requisitando um parecer sobre a “disponibilidade financeira e orçamentária” do órgão. “À Coordenadoria de Planejamento, para que manifeste-se acerca da disponibilidade financeira e orçamentária.”, finaliza o desembargador. Ainda não há um estudo sobre o impacto financeiro no órgão sobre o aumento.

ATRASO NO DUODÉCIMO

O Tribunal de Justiça, assim como outros poderes, sofreu nos últimos meses com atraso no duodécimo repassados pelo Governo do Estado. Nos últimos dois anos, o órgão deixou de receber mais de R$ 220 milhões por parte do Poder Executivo.

A situação ficou tão crítica que, em alguns meses, o pagamento de salários dos servidores não ocorreu dentro do mês trabalhado. O Governo propôs regularizar o duodécimo de 2016 na Lei do Teto de Gastos. Eles serão pagos com o excesso de arrecadação do Poder Executivo.

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. Justiça extingue pena de advogado que escondeu processo criminal em MT

    Justiça

    (11:30) Justiça extingue pena de advogado que escondeu processo criminal em MT

    Folhamax O juiz Marcos Faleiros da Silva, da...

  2. Nelson Barbudo já se articula para ser líder da bancada

    Política

    (11:26) Nelson Barbudo já se articula para ser líder da bancada

    GazetaDigital Mesmo sem ainda ter tomado posse,...

  3. Apenas 27 deputados federais foram eleitos com votos próprios em 2018

    Política

    (11:23) Apenas 27 deputados federais foram eleitos com votos próprios em 2018

    PortalMatogrosso A quantidade de eleitos e reeleitos...

  4. Mendes define equipe nesta terça e prepara início dos trabalhos

    Política

    (11:21) Mendes define equipe nesta terça e prepara início dos trabalhos

    MidiaNews O governador eleito Mauro Mendes (DEM)...

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados