Gestão Pública News

Tribunais de Contas

TCE identifica 771 problemas em 43 escolas de MT
30 de Agosto de 2017 ás 07:32 -

Telhados despencando; pisos e azulejos danificados; extintores de incêndio vencidos; janelas e vidros estragados; vazamentos; torneiras, pias, e vasos sanitários deteriorados; além de fiação elétrica exposta.

TCE identifica 771 problemas em 43 escolas de MT

DA REDAÇÃO - FOLHAMAX

Telhados despencando; pisos e azulejos danificados; extintores de incêndio vencidos; janelas e vidros estragados; vazamentos; torneiras, pias, e vasos sanitários deteriorados; além de fiação elétrica exposta. Esses são alguns dos 771 apontamentos de irregularidades mais comuns encontrados em 43 unidades escolares da rede pública, localizadas em 10 municípios. A amostra faz parte do levantamento "Programa Visita às Escolas", instituído este ano pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso com o objetivo de realizar um diagnóstico acerca da infraestrutura nas unidades de ensino estaduais e municipais do Estado, visando identificar as principais fragilidades existentes no ambiente escolar e propor ações de melhoria.

O resultado foi apresentado pelo relator, conselheiro Antonio Joaquim, na sessão ordinária do Tribunal Pleno desta terça-feira (29.08), e encaminhado para o secretário de Estado de Educação, Marco Aurélio Marrafon, bem como aos prefeitos e secretários de Educação dos municípios fiscalizados, para fins de conhecimento e auxílio na formulação das políticas de educação. Por sugestão do conselheiro Waldir Teis, o resultado será encaminhado também aos presidentes das Câmaras dos municípios visitados. Aprovado por unanimidade, o levantamento teve como objeti

vo, segundo explicou o relator, "evidenciar à sociedade a real situação da infraestrutura das escolas inspecionadas, bem como a adoção, pelos gestores, de providências para eliminar ou mitigar os problemas identificados. Este foi um programa piloto do TCE que busca colaborar na melhoria da qualidade do ensino, tendo em vista que o aprendizado é diretamente influenciado pelas condições estruturais da escola", disse.

A média de irregularidades, conforme dados apresentados pelos auditores da Secretaria Adjunta de Desenvolvimento do Controle Externo – Sedecex, é de 17,9 impropriedades por escola, sendo que, em 95% das 43 escolas visitadas, os prédios apresentam telhados e forro danificados. Já 93% delas não possuem um ambiente escolar e outros 79% não possuem extintor de incêndio. Equipamentos escolares também apresentam problemas. Os mais comuns são computadores e condicionadores de ar estragados, ventiladores com defeito e quadros negros rachados. No entorno das escolas, os problemas permanecem: em 47% das escolas fiscalizadas foi verificada a presença de lixo acumulado, 33% delas com presença de matagal, e em 30% das unidades as caixas d´água são inadequadas.

Foram ainda identificadas pelos auditores mesas e cadeiras quebradas, problemas com fornecimento de energia, lâmpadas queimadas, livros danificados e problemas com a merenda. Durante a fiscalização foram entrevistados, por meio de questionários eletrônicos, 524 professores e membros do Conselho Deliberativo da Comunidade Escolar. A maioria aponta problemas nas salas de aulas, banheiro, cozinha, refeitório, pátio, quadra de esportes.

Segundo explicou o secretário-adjunto da Sedecex do TCE, Volmar Bucco, o programa será intensificado e estendido a outros municípios e unidades escolares e será incluído no Plano Anual de Fiscalização – PAF de 2018. A proposta dos auditores é que cada Secretaria de Controle Externo (Secex) faça o planejamento e execução de fiscalizações nas escolas localizadas em municípios sob cada relatoria, de modo que, ao final da vigência do PAF de 2017, tenham sido vistoriadas, no mínimo, 20 escolas por Secex, totalizando 120 unidades escolares fiscalizadas neste ano pelo TCE/MT.

A íntegra do levantamento, contendo as irregularidades encontradas pelos auditores, assim como gráficos, quadros, fotos, comentários dos entrevistados, entre outros recursos visuais e gráficos, pode ser conferida no Portal do TCE-MT.

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. Tribunal mantém multas para ônibus de transporte público com problemas técnicos

    Justiça

    (06:48) Tribunal mantém multas para ônibus de transporte público com problemas técnicos

    O Tribunal de Justiça de Mato Grosso negou no mês de dezembro pedido de liminar da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros, entidade conhecida como Fetramar, que buscava declarar inconstitucional lei de Cuiabá...

  2. Estado transfere R$ 2,3 bilhões aos municípios em 2017

    Economia

    (06:25) Estado transfere R$ 2,3 bilhões aos municípios em 2017

    O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Fazenda (Sefaz), transferiu de janeiro a novembro de 2017 o valor de R$ 2,36 bilhões às prefeituras.

  3. Valtenir aponta irregularidades e cobra deputados

    Política

    (00:00) Valtenir aponta irregularidades e cobra deputados

    Em mais um episódio da briga entre os antigos membros do PSB e o novo presidente da legenda, deputado federal Valtenir Pereira, o gestor divulgou neste domingo dados de irregularidades da antiga administração do partido.

  4. Governo pagará R$ 50 mi em emendas impositivas de deputados

    Política

    (00:00) Governo pagará R$ 50 mi em emendas impositivas de deputados

    No entanto, ainda faltarão cerca de R$ 75 milhões para sanar o passivo referente a 2017

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados