Gestão Pública News

Nacional

Senador de MT vira vice-líder do governo Dilma
17 de Setembro de 2015 ás 10:17 -

O senador Wellington Fagundes (PR/MT) se tornou vice-líder do governo da presidente Dilma Rousseff e participou da primeira reunião juntamente com o senador Delcidio Amaral (PT/MS).

Senador de MT vira vice-líder do governo Dilma

MARCOS LEMOS Diário de Cuiabá O senador Wellington Fagundes (PR/MT) se tornou vice-líder do governo da presidente Dilma Rousseff e participou da primeira reunião juntamente com o senador Delcidio Amaral (PT/MS). “Não é uma questão de defender o governo da presidente Dilma e sim, defender o Brasil e construirmos a solução para que o Brasil saia da crise e não imponha mais dificuldades para a sociedade como um todo”, disse Wellington Fagundes sinalizando que todos os senadores de Mato Grosso, Blairo Maggi, líder do PR e José Medeiros, líder do PPS coadunam com a postura de encontrarmos soluções para os problemas do Brasil independente de quem seja presidente da República.

Além de Wellington Fagundes, foram escolhidos como vice-líderes do governo, Paulo Rocha (PT/PA), Hélio José (PSD/DF) e Telmário Mota (PDT/RR), sendo que todos eles já estiveram reunidos com a presidente Dilma Rousseff e começam hoje a se reunir com ministros de Estado para adotarem uma postura mais proativa em defesa das propostas da Agenda Brasil. “É preciso compreensão do Brasil que queremos e do que podemos fazer para ajudar a Nação e a sociedade a sair da crise econômica que está sendo potencializada pela crise política”, disse Wellington Fagundes que hoje pela manhã estará discutindo com os ministros Joaquim Levy (Fazenda) e Mauro Barbosa (Planejamento) as propostas para ajustar a economia e devolver o Brasil aos trilhos do desenvolvimento.

O senador por Mato Grosso, que tem seis mandatos de deputado federal, a busca pela interlocução com deputados federais e senadores será no sentido de encontrar soluções para que o País passe pela crise como um mínimo de dificuldades para com a população. “Acredito e sou convicto de que se dermos um voto de confiança à equipe econômica da presidente Dilma Rousseff, antes do final de 2016 o Brasil estará recuperado e dando demonstrações de vitalidade econômica e financeira, que é que interessa para o país e para a população. A crise não é boa para ninguém, ainda mais depois de muitos anos de crescimento vertiginoso”, lembrou o senador por Mato Grosso.

Wellington Fagundes sinalizou ainda que irá aproveitar o encontro com os ministros para tratar de Mato Grosso. “Diante do quadro de dificuldades, se faz necessário definir uma agenda. O compromisso do ministro Levy de pagar o FEX e a liberação de um pedido de R$ 720 milhões para dois programas, o Pró-Concreto de pontes e o Pró-Restauro para restauração de rodovias”, disse Wellington Fagundes. 

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. Política

    (10:30) Deputado prevê que Mauro anuncia candidatura até fim do mês

    FOLHAMAX Final de abril. Este foi o prazo pedido...

  2. Política

    (10:30) Deputado prevê que Mauro anuncia candidatura até fim do mês

    FOLHAMAX Final de abril. Este foi o prazo pedido...

  3. Prefeitura estuda implantação de rodízio de veículos em Cuiabá

    Política

    (10:20) Prefeitura estuda implantação de rodízio de veículos em Cuiabá

    REPÓRTERMT A Prefeitura de Cuiabá...

  4. Wellington começa a montar estrutura de campanha e quer apoio de Maggi

    Política

    (10:15) Wellington começa a montar estrutura de campanha e quer apoio de Maggi

      OLHARDIRETO   O senador...

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados