Gestão Pública News

Política

Rede Sustentabilidade deve lançar candidato ao governo para fortalecer palanque de Marina Silva
05 de Dezembro de 2017 ás 13:20 -

Embora o nome do postulante ainda não esteja definido, está praticamente certo que a Rede Sustentabilidade vai ter candidato próprio ao governo de Mato Grosso, em 2018, ...

Rede Sustentabilidade deve lançar candidato ao governo para fortalecer palanque de Marina Silva

DO OLHARDIRETO

Embora o nome do postulante ainda não esteja definido, está praticamente certo que a Rede Sustentabilidade vai ter candidato próprio ao governo de Mato Grosso, em 2018, para assegurar o controle do palanque da presidenciável Marina Silva. A definição do nome vai sair somente em julho, a partir das conversações que se iniciam em março, com pelo menos 10 partidos de centro-esquerda e esquerda. O porta-voz masculino da Rede em Mato Grosso, Eron Cabral, que participou do Encontro Elo Nacional da Rede, em Brasília (DF), afirmou que a prioridade é assegurar musculatura à campanha de Marina Silva. Ele lembrou que, em 2018, ainda no PSB, muita gente do partido e do arco de alianças não vestiu a camisa da presidenciável da Rede.  

Nos bastidores da Rede, cresce o nome da advogada e professora Wellen Cândido Lopes para sair candidata a governadora de Mato Grosso. Wellen é porta voz feminino da Rede, que corresponde ao cargo de presidente estadual. Em agosto de 2014, Marina assumiu a candidatura à Presidência da República em substituição ex-governador pernambucano Eduardo Campos, morto em trágico acidente aéreo, em Santos – litoral de São Paulo. Ela estava no PSB porque, em 2014, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ainda não havia liberado o registro da Rede Sustentabilidade. “Marina estava com o PSB, mas infelizmente parcela considerável do PSB não estava com ela”, recordou Cabral. Em 2016, já com a certidão do TSE em mãos, a Rede decidiu “medir o seu tamanho”, nas urnas, e lançou o professor Renato Oliveira Santana para a Prefeitura de Cuiabá. O gasto inferior a R$ 50 mil e a conquista de quase quatro mil votos surpreendeu até mesmo os mais otimistas, principalmente porque Renato Santana tinha pouco tempo no horário eleitoral gratuito do rádio e da TV e, ainda, era pouco conhecido em Cuiabá, fora do meio acadêmico. Na páreo, de novo Marina Silva anunciou sua pré-candidatura à Presidência da República pela Rede Sustentabilidade. A candidatura ainda precisa ser aprovada no congresso nacional da legenda, que está previsto para abril de 2018. Já as definições sobre chapa e coligações serão feitas na convenção partidária eleitoral, realizada até o início de agosto do ano que vem. Porta-voz da Rede, Marina confirmou a disposição de disputar a corrida presidencial pela terceira vez durante encontro do Elo Nacional do partido, que funciona como diretório nacional, realizado em Brasília. No encontro, foi lida uma mensagem do Elo Nacional, na qual foi pedido a Marina se apresentar como pré-candidata ao Planalto. As 23 convenções estaduais da Rede aprovaram moções pedindo a candidatura da ex-senadora. Acreana, Maria Osmarina Marina Silva Vaz de Lima nasceu em 8 de fevereiro de 1958. Historiadora, junto com o seringueiro Chico Mendes foi uma das fundadoras da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em seu estado. Marina foi vereadora em Rio Branco, deputada estadual, senadora por dois mandatos e ministra do Meio Ambiente durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A política foi filiada ao PT e passou por PV e PSB antes de ser uma das criadoras da Rede Sustentabilidade. Em 2010, Marina concorreu à Presidência da República como candidata do PV. Recebeu 19,6 milhões de votos e ficou em terceiro. Em 2014, pelo PSB, ela repetiu o terceiro lugar, desta vez com 22,1 milhões de votos.

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. Comper indenizará em R$ 10 mil cliente que teve notebook furtado em estacionamento

    Justiça

    (13:02) Comper indenizará em R$ 10 mil cliente que teve notebook furtado em estacionamento

    A juíza Olinda de Quadros Castrillon, da Décima Primeira Vara Cível, julgou procedente ação de um cliente que processou os Supermercados Comper após ter seu notebook furtado no estacionamento do estabelecimento.

  2. Justiça nega desbloquear imóvel de ex-secretário de Estado em ação por improbidade; MP pede R$ 8,8 milhões

    Justiça

    (13:00) Justiça nega desbloquear imóvel de ex-secretário de Estado em ação por improbidade; MP pede R$ 8,8 milhões

    O juizado da Vara Especializada Ação Civil Pública e Popular negou liberação de um imóvel pertencente ao ex-secretário de Estado de Fazenda Fausto de Souza Faria.

  3. PF cumpre mandados contra advogados e servidores acusados de fraudar INSS; cego é flagrado dirigindo

    Justiça

    (12:59) PF cumpre mandados contra advogados e servidores acusados de fraudar INSS; cego é flagrado dirigindo

    A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (12), a Operação Pandora, que investiga a fraude na obtenção de benefícios previdenciários deferidos judicialmente na comarca de Dionísio Cerqueira (SC).

  4. STJ nega autorização para major em MT passar um mês em Portugal em batizado

    Justiça

    (12:57) STJ nega autorização para major em MT passar um mês em Portugal em batizado

    Ferronato teria oferecido promoção a um tenente coronel, que é delator da Operação Esdras

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados