Gestão Pública News

Cidadania

Programa comemora 10 anos e será ampliad
20 de Dezembro de 2015 ás 12:55 -

Projeto desenvolve atividades esportivas, culturais e educacionais

Programa comemora 10 anos e será ampliad

DA REDAÇÃO - MIDIANEWS

O programa Rede Cidadã, que desenvolve atividades esportivas, culturais e educacionais voltadas às crianças e adolescentes de 10 a 17 anos em condições de vulnerabilidade social  será ampliado. O anúncio foi feito na manhã de sábado (19) pelo governador Pedro Taques, durante a solenidade de comemoração dos dez anos de implantação do programa em Cuiabá. “Em 2016 a prefeitura de Cuiabá irá nos ceder um espaço para criarmos uma unidade da Polícia Militar no bairro Pedra 90, e junto implantaremos a Rede Cidadã para atender os adolescentes daquela grande região”, adiantou o governador. A comemoração de aniversário de uma década de criação aconteceu na sede da Rede Cidadã, na avenida Dante Martins de Oliveira, no bairro Planalto, e contou com a participação de centenas de crianças e adolescentes, pais, voluntários e representantes das entidades parceiras do programa. Durante o evento o governador foi presenteado com um quadro feito pelos próprios alunos do programa, assistiu apresentações de artes marciais, e ainda participou de uma disputa de xadrez com as crianças que integram a Rede Cidadã. Segundo a idealizadora da Rede Cidadã, a tenente-coronel PM Zózima Dias dos Santos, o foco principal do programa é promover uma política preventiva junto ao público juvenil. “Mais do que proporcionar uma oportunidade de crescimento educacional e cultural, a Rede Cidadão diminui o tempo ocioso dos jovens evitando que eles sejam alvos de atividades ilícitas, como o tráfico de drogas e a marginalidade”, comenta Zózima. Nos 10 anos de atividades, já passaram pelo programa, em Cuiabá, cerca de 2 mil crianças e adolescentes, e mais 900 de outras cidades por onde as atividades se estenderam. Semanalmente os mais de 600 atendidos pela Rede Cidadã têm aulas de pintura em tela, teatro, violão, coral, xadrez, futebol, futsal, basquete, capoeira, judô, vôlei e taekwondo. A estudante Maria Heloisa Rodrigues, de 7 anos, faz aulas de artes marciais de taekwondo duas vezes por semana. Desde que começou a fazer parte do programa, no início desse ano, passou a ser mais comunicativa e a se irritar menos com os colegas de salas de aula. “Passou a ter notas melhores também e como notei avanços, sugeri que meus vizinhos e sobrinhos também participassem da Rede Cidadã”, declarou a mãe de Maria Heloisa, a dona de casa Cristiane Rodrigues de 32 anos. Para o governador Pedro Taques, os bons resultados do programa são provas de que ele não só deve continuar, como também ser ampliado. O mesmo defende o secretário de Segurança Pública, Mauro Zaque. “Temos hoje o maior projeto de caráter preventivo. É aqui que o Estado pode atuar na criança ou adolescente que está em condição de risco, para que ele se torne um cidadão de bem e não um cliente da segurança pública”, defende o secretário. Para participar do Rede Cidadã a criança ou o adolescente deve ter entre 10 a 17 anos, estar matriculado e freqüentando a escola e, caso não esteja, o jovem e os familiares precisam demonstrar o interesse de voltar a estudar. Além disso, também é importante que a família acompanhe o desenvolvimento e comprometimento do aluno.  Os profissionais que integram o programa são: psicóloga, pedagoga, assistente social, técnico administrativo e policiais militares. Além também da participação de voluntários.

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. AL recorre ao STF por liberdade de Mauro Savi; pedido no STJ ainda aguarda decisão

    Justiça

    (13:32) AL recorre ao STF por liberdade de Mauro Savi; pedido no STJ ainda aguarda decisão

    Olharjurídico A Assembleia Legislativa...

  2. MPF mantém esquema de segurança a procuradores ameaçados de morte

    Justiça

    (13:30) MPF mantém esquema de segurança a procuradores ameaçados de morte

    RepórterMT O Ministério Público...

  3. Supremo proíbe condução coercitiva de réus ou investigados

    Justiça

    (13:28) Supremo proíbe condução coercitiva de réus ou investigados

    MidiaNews Por maioria de votos, o Plenário...

  4. Através de ex-juiz Julier, vereador tenta revogar escolta de Selma

    Justiça

    (13:23) Através de ex-juiz Julier, vereador tenta revogar escolta de Selma

    MidiaNews O vereador Geraldo Antônio dos...

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados