Gestão Pública News

Greve

Professores do Univag devem entrar em greve
16 de Novembro de 2015 ás 16:49 -

O atraso de salários dos professores do Centro Universitário de Várzea Grande (Univag) pode provocar a segunda greve na instituição.

Da Redação - FOLHAMAX O atraso de salários dos professores do Centro Universitário de Várzea Grande (Univag) pode provocar a segunda greve na instituição. Em reunião nessa quinta-feira, os docentes definiram uma assembleia-geral para a próxima quarta, que irá discutir  possível indicativo de greve.

Conforme o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino do Estado de Mato Grosso (Sintrae/MT), Joacelmo Barbosa Borges (professor Biro), a assembleia será às 19h, no auditório do Hotel Veneza, em Cuiabá. Ele ressalta que neste dia nenhum trabalhador estará em atividade em função do vestibular para o curso de Medicina.

“A assembleia vai discutir os caminhos que vamos percorrer no caso de não nos pagar”, explica o presidente do Sintrae. Ele garante ainda que durante a reunião que ocorreu na quinta, os professores relataram que o atraso pode abrir brecha para o não pagamento do 13° salário e férias.

“Começam as férias e eles simplesmente não pagam nossos salários. Por isso, a assembleia acontece em caráter preventivo”, afirma a tesoureira do Sintrae e diretora da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (Contee), Nara Teixeira.

Ela pontua que já foi enviado um oficio para o Univag solicitando um posicionamento da faculdade, mas que até o momento, não receberam nenhum retorno. “O RH não quis se posicionar ao sindicato. Enviamos o ofício pedindo uma justificativa para o atraso, mas até o momento não recebemos nenhum retorno”, garante Nara.

A reunião contou com o apoio da diretoria da Associação dos Docentes da UFMT (Adufmat-Ssind) com a presença do presidente, Reginaldo Araújo. 

Em 2009, após denúncia do SINTRAE-MT, o Univag assinou Termo de Ajustamento de Conduta (TAC 74/2009) junto ao Ministério Público do Trabalho se comprometendo a pagar em dia os salários de seus trabalhadores, bem como a primeira parcela do 13º salário até 30 de novembro, e a segunda parcela até o dia 20 de dezembro de cada ano. 

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. Há mais de um ano em licença médica, Ledur pode ser aposentada por invalidez

    Justiça

    (16:03) Há mais de um ano em licença médica, Ledur pode ser aposentada por invalidez

    Olharjurídico A tenente do Corpo de Bombeiros...

  2. Ex-procurador de MT cita imunidade funcional, mas STJ mantém bloqueio de bens

    Justiça

    (16:01) Ex-procurador de MT cita imunidade funcional, mas STJ mantém bloqueio de bens

    Folhamax O ministro do Superior Tribunal de...

  3. Justiça manda servidor apagar comentário ofensivo contra juiz

    Justiça

    (15:59) Justiça manda servidor apagar comentário ofensivo contra juiz

    MidiaNews O juiz Emerson Cajango, do Quinto...

  4. STF pode julgar pedido de liberdade de Lula no próximo dia 26

    Justiça

    (15:58) STF pode julgar pedido de liberdade de Lula no próximo dia 26

    Portalmatogrosso O ministro do Supremo Tribunal...

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados