Gestão Pública News

Polícia

Operações levaram mais de 25 mil pessoas para a prisão em MT
21 de Dezembro de 2015 ás 12:37 -

Número representa um aumento de 12% em relação ao ano passado, segundo a Sesp

Operações levaram mais de 25 mil pessoas para a prisão em MT

DA REDAÇÃO - MIDIANEWS

As operações deflagradas pelas forças de Segurança Pública, de janeiro a novembro de 2015, em Mato Grosso, levaram 25.268 pessoas à prisão. Desse total, 20.868 foram prisões em flagrante e 4.400 foram em cumprimento a mandados de prisão. Os números representam um aumento de 12% nas prisões em Mato Grosso, em relação ao mesmo período do ano passado. Naquele período, foram feitas 22.655 prisões, sendo 19.530 em flagrante e 3.125 por mandados. Os dados são da Coordenadoria Geral de Estatística e Análise Criminal, da Secretaria de Segurança Pública (Sesp). O aumento no número de prisões é resultado das diversas ações integradas realizadas pela Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil e demais forças especializadas com vários focos de atuação, com cumprimento de mandados de busca, apreensão e prisão; operações Lei Seca, de combate à corrupção, tráfico de drogas, homicídios, roubos, blitzes e ações na fronteira. Integração Para executar essas ações, foram desenvolvidas e realizadas as operações Impacto, Asfixia, Inopinada, Start, Precisão, Saturação, Karcharias, Top Five, Sicários, Interior Seguro, Lei Seca, operações na fronteira, entre outras ações de repressão e combate ao crime organizado. Carro-chefe do primeiro ano de gestão da Segurança Pública, a operação Impacto foi realizada desde o primeiro dia do ano, para conter a violência nas "zonas quentes" de criminalidade. A ação está subdividida em outras quatro operações: Asfixia, Inopinada, Start e Precisão. Um dos destaques da Segurança este ano foi a operação Karcharias, focada no combate à corrupção e ao crime organizado. Uma das ações foi a operação Sodoma, que resultou na prisão do ex-governador Silval Barbosa e mais três ex-secretários de Estado. Ações também foram levadas para o interior do estado, reforçando o trabalho das polícias no combate ao crime, com a operação Interior Seguro. A ação integrada reuniu policiais militares e civis em todo estado no cumprimento de mandados de prisão, busca e apreensão e de saturação com blitz e abordagens nos bairros considerados como zonas quentes de criminalidade. O secretário de Segurança Pública, Mauro Zaque, acredita que o aumento no número de prisões significa que as instituições de segurança pública estão trabalhando de forma integrada, planejada e focada. “Mudamos a forma de trabalho. Antigamente, as instituições trabalhavam de forma isolada e hoje trabalhamos de forma integrada e baseada em informações de inteligência, o que potencializou o resultado final”, disse.

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. Tribunal mantém multas para ônibus de transporte público com problemas técnicos

    Justiça

    (06:48) Tribunal mantém multas para ônibus de transporte público com problemas técnicos

    O Tribunal de Justiça de Mato Grosso negou no mês de dezembro pedido de liminar da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros, entidade conhecida como Fetramar, que buscava declarar inconstitucional lei de Cuiabá...

  2. Estado transfere R$ 2,3 bilhões aos municípios em 2017

    Economia

    (06:25) Estado transfere R$ 2,3 bilhões aos municípios em 2017

    O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Fazenda (Sefaz), transferiu de janeiro a novembro de 2017 o valor de R$ 2,36 bilhões às prefeituras.

  3. Valtenir aponta irregularidades e cobra deputados

    Política

    (00:00) Valtenir aponta irregularidades e cobra deputados

    Em mais um episódio da briga entre os antigos membros do PSB e o novo presidente da legenda, deputado federal Valtenir Pereira, o gestor divulgou neste domingo dados de irregularidades da antiga administração do partido.

  4. Governo pagará R$ 50 mi em emendas impositivas de deputados

    Política

    (00:00) Governo pagará R$ 50 mi em emendas impositivas de deputados

    No entanto, ainda faltarão cerca de R$ 75 milhões para sanar o passivo referente a 2017

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados