Gestão Pública News

Eleições 2014

O dilema de Bonner: como agir na nova entrevista com Dilma?
12 de Outubro de 2014 ás 20:57 -

Os dois ficarão frente a frente mais uma vez no dia 21, quando a candidata à reeleição for sabatinada no Palácio da Alvorada, em Brasília

O dilema de Bonner: como agir na nova entrevista com Dilma?
Por Jeff Benício O dilema de Bonner: como agir na nova entrevista com Dilma? Os dois ficarão frente a frente mais uma vez no dia 21, quando a candidata à reeleição for sabatinada no Palácio da Alvorada, em Brasília Foto: TV Globo/Divulgação

 

Um dos mais comentados acontecimentos do primeiro turno da eleição presidencial foi o embate entre William Bonner e Dilma Rousseff no Jornal Nacional.

 

Os dois ficarão frente a frente mais uma vez no dia 21, quando a candidata à reeleição for sabatinada no Palácio da Alvorada, em Brasília.

 

Patrícia Poeta, que deixa a bancada do JN no dia 31, participará da entrevista. A transmissão será ao vivo.

 

A questão é: Bonner repetirá o comportamento enérgico, contestando a todo momento as afirmações da presidente, sem disfarçar a insatisfação com as respostas?

 

Ou assumirá uma postura menos contundente para evitar a mesma repercussão — críticas, ironias, memes — do encontro anterior, no qual ele roubou a cena da candidata?

 

Após o primeiro ‘duelo’ entre com a presidenciável, Bonner usou o Twitter para justificar a pressão direcionada contra Dilma: “Jornalista que não é incisivo com o entrevistado vira assessor de imprensa’.

 

Levita sobre a cabeça de Bonner, que além de apresentador, é editor-chefe do JN, a espada da imparcialidade.

 

A Globo sempre foi acusada de tomar partido nas eleições, mesmo não assumindo oficialmente a preferência por esse ou aquele candidato.

 

Qualquer que seja o tom imposto para replicar a candidata petista, Bonner vai desagradar uma parcela do eleitorado, dos políticos e provavelmente até de parte da imprensa.

 

O episódio precedente fará com que ele seja tão minuciosamente monitorado quanto Dilma. Foi o que aconteceu no debate promovido pela Globo no dia 2.

 

No dia seguinte, o apresentador virou manchete por seus erros e gafes. Assim como os presidenciáveis, o âncora do JN tem sido tratado como um personagem da eleição.

 

Na entrevista com a presidente, a atenção estará voltada também para Patrícia Poeta. Será um dos últimos momentos de maior visibilidade da apresentadora antes de se despedir do telejornal.

 

Na primeira sabatina com Dilma, em agosto, Poeta resignou-se com o papel coadjuvante. Desta vez poderá querer se destacar ao final de 3 anos à frente do Jornal Nacional. 

 

Fonte: http://diversao.terra.com.br/

- See more at: http://24horasnews.com.br/noticias/ver/o-dilema-de-bonner-como-agir-na-nova-entrevista-com-dilmar.html#sthash.XY2IP89i.dpuf

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. Tribunal mantém multas para ônibus de transporte público com problemas técnicos

    Justiça

    (06:48) Tribunal mantém multas para ônibus de transporte público com problemas técnicos

    O Tribunal de Justiça de Mato Grosso negou no mês de dezembro pedido de liminar da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros, entidade conhecida como Fetramar, que buscava declarar inconstitucional lei de Cuiabá...

  2. Estado transfere R$ 2,3 bilhões aos municípios em 2017

    Economia

    (06:25) Estado transfere R$ 2,3 bilhões aos municípios em 2017

    O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Fazenda (Sefaz), transferiu de janeiro a novembro de 2017 o valor de R$ 2,36 bilhões às prefeituras.

  3. Valtenir aponta irregularidades e cobra deputados

    Política

    (00:00) Valtenir aponta irregularidades e cobra deputados

    Em mais um episódio da briga entre os antigos membros do PSB e o novo presidente da legenda, deputado federal Valtenir Pereira, o gestor divulgou neste domingo dados de irregularidades da antiga administração do partido.

  4. Governo pagará R$ 50 mi em emendas impositivas de deputados

    Política

    (00:00) Governo pagará R$ 50 mi em emendas impositivas de deputados

    No entanto, ainda faltarão cerca de R$ 75 milhões para sanar o passivo referente a 2017

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados