Gestão Pública News

Política

MT espera votação no Senado e prevê receber FEX até dia 22
07 de Dezembro de 2017 ás 13:11 -

Projeto foi aprovado nesta quarta-feira (6), após permanecer duas semanas emperrado

MT espera votação no Senado e prevê receber FEX até dia 22

DA REDAÇÃO - MIDIANEWS

O secretário-chefe da Casa Civil, Max Russi, afirmou, na manhã desta quinta-feira (7), que o Executivo espera que o Senado vote na próxima semana o Projeto de Lei referente aos repasses do FEX (Fundo de Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações). De acordo com Russi, a expectativa do Governo é que os R$ 496 milhões cheguem até o dia 22 de dezembro. O FEX é o recurso mais aguardado pelo Governo para melhorar a situação econômica em Mato Grosso neste final de 2017. O fundo é repassado todos os anos pelo Governo Federal aos Estados, como uma forma de compensação pelas perdas com a Lei Kandir -- que trata da isenção do ICMS nos produtos de exportação. Neste ano, o montante devido em todo o Brasil é de R$ 1,9 bilhão, que serão divididos entre todos os Estados e o Distrito Federal. Para que o valor seja entregue aos Estados, é necessário o aval das duas casas legislativas. Na noite de quarta-feira (6), após permanecer duas semanas emperrado na Câmara, o projeto foi aprovado e seguiu para o Senado. O governador esteve em Brasília durante dois dias, para fazer essas conversas para conseguir adiantar a votação na Câmara e no Senado Conforme o secretário-chefe da Casa Civil, o Executivo acredita que a votação deverá ser feita em regime de urgência no Senado e acontecerá ainda na próxima semana. “A gente torce para que aprovem no Senado na semana que vem. O governador Pedro Taques esteve em Brasília durante dois dias, para fazer essas conversas e conseguir adiantar a votação na Câmara e no Senado”, disse. Os recursos do FEX somente serão destinados aos Estados e ao Distrito Federal após sanção do presidente Michel Temer (PMDB). Para Russi, todo o trâmite referente ao fundo será concluído antes do Natal. “Eu acredito que entre o dia 20 e 22 os recursos do FEX já estejam nas contas do Estado”, declarou. Pagamentos de dezembro Sem o FEX, um dos recursos aguardados para o pagamento dos servidores em dezembro, o Executivo tem buscado alternativas para conseguir quitar a folha de dezembro. “Estamos analisando algumas possibilidades de recursos para o pagamento dos servidores. Ainda não temos uma posição sobre o assunto”, disse Russi.   Apesar de o secretário não comentar, o escalonamento do pagamento dos servidores neste mês – assim como aconteceu nos dois meses anteriores – é considerado inevitável.  

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. Comper indenizará em R$ 10 mil cliente que teve notebook furtado em estacionamento

    Justiça

    (13:02) Comper indenizará em R$ 10 mil cliente que teve notebook furtado em estacionamento

    A juíza Olinda de Quadros Castrillon, da Décima Primeira Vara Cível, julgou procedente ação de um cliente que processou os Supermercados Comper após ter seu notebook furtado no estacionamento do estabelecimento.

  2. Justiça nega desbloquear imóvel de ex-secretário de Estado em ação por improbidade; MP pede R$ 8,8 milhões

    Justiça

    (13:00) Justiça nega desbloquear imóvel de ex-secretário de Estado em ação por improbidade; MP pede R$ 8,8 milhões

    O juizado da Vara Especializada Ação Civil Pública e Popular negou liberação de um imóvel pertencente ao ex-secretário de Estado de Fazenda Fausto de Souza Faria.

  3. PF cumpre mandados contra advogados e servidores acusados de fraudar INSS; cego é flagrado dirigindo

    Justiça

    (12:59) PF cumpre mandados contra advogados e servidores acusados de fraudar INSS; cego é flagrado dirigindo

    A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (12), a Operação Pandora, que investiga a fraude na obtenção de benefícios previdenciários deferidos judicialmente na comarca de Dionísio Cerqueira (SC).

  4. STJ nega autorização para major em MT passar um mês em Portugal em batizado

    Justiça

    (12:57) STJ nega autorização para major em MT passar um mês em Portugal em batizado

    Ferronato teria oferecido promoção a um tenente coronel, que é delator da Operação Esdras

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados