Gestão Pública News

Economia

Ministério libera R$ 5,1 mi para turismo de MT e empresários podem obter crédito de até R$200 mil
18 de Dezembro de 2017 ás 13:16 -

O total de 5,1 milhões destinados pelo Governo Federal ao Turismo de Mato Grosso, deverá ser desmembrado em financiamentos de até R$ 200 mil, concedidos à empresários do setor.

Ministério libera R$ 5,1 mi para turismo de MT e empresários podem obter crédito de até R$200 mil

DO OLHARDIRETO

O total de 5,1 milhões destinados pelo Governo Federal ao Turismo de Mato Grosso, deverá ser desmembrado em financiamentos de até R$ 200 mil, concedidos à empresários do setor. Na manhã desta sexta-feira (15), em Cuiabá, o Ministério do Turismo (MTur) oficializou o investimento junto à Secretária de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), o que deve multiplicar obras de infraestrutura Estado afora, ampliando a visibilidade dos atrativos. Os repasses serão executados pela agência Desenvolve MT e a expectativa é de que subam para mais de R$ 50 milhões em 2018.

 

Isso, segundo o coordenador do MTur, Marcelo Moreira, se a agência Desenvolve Mato Grosso conseguir captar um bom número de interessados. Durante a assinatura do documento, ele explicou os valores são oferecidos anualmente conforme o desempenho das agências. “Quanto maior a performance, mais recurso. Menos performance, menos recurso”, disse. O montante faz parte de um fundo próprio do Ministério, o Fungetur. Assinatura do contrato no Palácio Paiaguás.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Avalone, as regras e datas para a liberação do crédito serão estabelecidas ainda na próxima semana. No evento ele ressaltou a necessidade de demanda. “Se não tivermos como financiar ou emprestar, eles não tem porquê mandar mais recursos e Mato Grosso tem uma área do turismo necessitando de investimentos. Por isso temos que ser ágeis o suficiente com as propostas. O trabalho agora é interno, de análise das solicitações e disponibilidade dos valores.

 

Assim, além das normas impostas pelo MTur, é possível que o Estado crie condições mais restritivas, considerando o montante recebido.  “Como os recursos não são infinitos, vamos criar os parâmetros. Então é provável que tenha um teto. Imagino que para esse primeiro momento de até R$ 200 mil por empreendimento. Não podemos abrir uma quantidade que atenda dois ou três empreendimentos. Precisamos disponibilizar principalmente para os pequenos e médios, para que eles tenham acesso a esse recurso. Isso será definido rapidamente”, explicou Avalone.

 

Para Moreira, a missão hoje foi trazer para o trade turístico essa informação e mostrar que o recurso está à disposição tanto para obras de infraestrutura, como construção de hotéis, reformas e ampliações, quanto para aquisição de equipamentos, como barcos e outros que podem dinamizar a atividade. “Como estamos no final do ano, empenhamos recursos de R$ 5,1 milhões para agora. Para 2018 a expectativa é algo entorno de R$ 50 a R$ 60 milhões, que anualmente são revisados e recolocados na agência. 

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. TCE multa Luciane Bezerra por contratação irregular; MPE pode abrir investigação

    Justiça

    (14:21) TCE multa Luciane Bezerra por contratação irregular; MPE pode abrir investigação

    OLHARJURÍDICO O Tribunal de Contas do...

  2. Procuradora nega recurso e vereadores podem ser cassados por fraude eleitoral

    Justiça

    (14:16) Procuradora nega recurso e vereadores podem ser cassados por fraude eleitoral

    RepórterMT A procuradora Regional Eleitoral,...

  3. MPE pede afastamento e indisponibilidade dos bens de Soares

    Justiça

    (14:13) MPE pede afastamento e indisponibilidade dos bens de Soares

    MidiaNews   O Ministério Público...

  4. Justiça nega ação para fechar hospital por falta de alvará sanitário

    Justiça

    (14:12) Justiça nega ação para fechar hospital por falta de alvará sanitário

    FOLHAMAX O juiz da Vara de Ação...

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados