Gestão Pública News

Política

Mendes alerta para uso da máquina do Governo e acionará MPE
14 de Setembro de 2018 ás 14:50 -

Nos bastidores, circula o comentário de que uma operação policial seria deflagrada com objetivos eleitorais

Mendes alerta para uso da máquina do Governo e acionará MPE

MidiaNews

O candidato ao Governo Mauro Mendes (DEM) afirmou que acionará o Ministério Público e o Poder Judiciário por conta de um suposto uso da máquina do Governo contra a sua candidatura. Segundo ele, nos últimos dias houve um aumento de “fake news” contra sua campanha e há informações de que órgãos oficiais possam ser usados eleitoralmente. Nos bastidores, circula o comentário de que uma operação da polícia poderá ter como alvo familiares de Mendes, com objetivos eleitorais. Os fatos que chegam à campanha dão conta de que os órgãos oficiais do governo serão utilizados para tentar criar constrangimentos para Mauro Mendes e sua família

“Desta vez, as informações são mais graves, pois os fatos que chegam à campanha dão conta de que os órgãos oficiais do governo serão utilizados para tentar criar constrangimentos para Mauro Mendes e sua família”, disse Mendes, em nota. Segundo ele, tais fatos estariam ocorrendo em razão de ele liderar as pesquisas de opinião divulgadas até o momento. Mendes afirmou que os fatos não podem ser ignorados e citou, inclusive, o episódio dos grampos ilegais, supostamente operado pela Polícia Militar em Mato Grosso. “É bom lembrar que este Governo já utilizou de expedientes ilegais para grampear e ouvir os seus adversários políticos, no escândalo que ficou conhecido como a grampolândia pantaneira”, afirmou. "Perdeu a serenidade" Ainda no documento, Mendes criticou a postura do governador Pedro Taques (PSDB) e disse que recentes entrevistas concedidas pelo tucano mostram que ele “perdeu a serenidade para manter a campanha em nível de civilidade”. “A campanha de Mauro Mendes resolveu lançar esse alerta público à imprensa de Mato Grosso, informando inclusive que juridicamente está solicitando providências por parte do Poder Judiciário e do Ministério Público”, disse o ex-prefeito. “Mauro Mendes continuará fazendo uma campanha limpa e denunciará, sempre que necessário, as fake news e a criminosa utilização de aparelhos estatais”, acrescentou. Confira nota na íntegra: "A campanha do candidato Mauro Mendes, do Democratas, líder em todas as pesquisas de opinião pública, tem recebido informações gravíssimas a respeito da utilização da máquina pública, com envolvimento de órgãos oficiais que estariam sendo utilizados para criar e inventar  fatos que pudessem macular a imagem de Mauro Mendes. Nos últimos dias,  ficou demonstrado que o governador perdeu completamente a serenidade para manter a campanha em nível de civilidade Desta vez, as informações são mais graves, pois os fatos que chegam à campanha dão conta de que os órgãos oficiais do governo serão utilizados para tentar criar constrangimentos para Mauro Mendes e sua família. Tais informações não podem ser ignoradas, pois é bom lembrar que este governo já utilizou de expedientes ilegais para grampear e ouvir os seus adversários políticos, no escândalo que ficou conhecido como a grampolândia pantaneira. Como nos últimos dias, nas entrevistas que tem concedido e nas agressões mentirosas feitas pelo WhatsApp, ficou demonstrado que o governador perdeu completamente a serenidade para manter a campanha em nível de civilidade. A campanha de Mauro Mendes resolveu lançar esse alerta público à imprensa de Mato Grosso, informando inclusive que juridicamente está solicitando providências por parte do Poder Judiciário e do Ministério Público. Mauro Mendes continuará fazendo uma campanha limpa e denunciará, sempre que necessário, as fake news e a criminosa utilização de aparelhos estatais. Nos últimos dias tem circulado um volume gigantesco de “fake news”, notícias mentirosas que circulam anonimamente pela internet. Quem faz isso  é  criminoso, desrespeita a lei e tenta enganar o eleitor. A VERDADE VAI VENCER A MENTIRA."

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. CNMP investiga promotora de MT por suposta ofensa a juíza e PM

    Justiça

    (13:20) CNMP investiga promotora de MT por suposta ofensa a juíza e PM

    Fatos ocorreram no Município de Gaúcha do Norte (594 km de Cuiabá) em 2 de outubro de 2016

  2. CGE abre processo contra consórcio da Arena Pantanal por pagar propina

    Justiça

    (13:18) CGE abre processo contra consórcio da Arena Pantanal por pagar propina

    O objetivo é investigar possíveis irregularidade no contrato de quase R$ 100 milhões firmado com o C.L.E. Arena Pantanal para serviços de de Tecnologia, Informática e Comunicação (TIC) no estádio.

  3. Delator que entregou esquema de conselheiro devolverá R$ 3 mi em 4 anos

    Justiça

    (13:12) Delator que entregou esquema de conselheiro devolverá R$ 3 mi em 4 anos

    Marcos Tolentino negociou a venda da TV Mato Grosso com conselheiro afastado do Tribunal de Contas e chegou a ser ameaçado se revelasse que o negócio foi feito com Sérgio Ricardo

  4. Três deputados lideram corrida para Assembleia; 127 são citados em MT

    Política

    (13:09) Três deputados lideram corrida para Assembleia; 127 são citados em MT

    Folhamax Uma pesquisa na modalidade espontânea,...

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados