Gestão Pública News

Justiça

Justiça julga recurso que pode libertar ex-diretor de empresa pagadora de propina
10 de Julho de 2018 ás 12:30 -

REPÓRTERMT O Pleno do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) analisa nesta quinta-feira (12) um agravo regimental protocolado pela...

Justiça julga recurso que pode libertar ex-diretor de empresa pagadora de propina

REPÓRTERMT

O Pleno do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) analisa nesta quinta-feira (12) um agravo regimental protocolado pela defesa do ex-diretor da EIG Mercados, Valter José Kobori, a fim de revogar sua prisão preventiva por medidas cautelares.

O recurso estava na pauta da última sessão do Pleno, mas foi adiado após o desembargador José Zuquim Nogueira ter acatado o pedido feito pela defesa de Kobori.

O ex-diretor está preso desde o dia 9 de maio após a deflagração da Operação Bônus, relativa a segunda fase da Bereré. A investigação apura esquema de desvio de dinheiro público e pagamento de propina, por meio de contrato da empresa EIG Mercados e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), de quase R$ 30 milhões, entre os anos de 2009 a 2015.

Em depoimento, o dono da EIG, José Ferreira, afirmou que autorizou Kobori a negociar o pagamento da propina com o governo de Pedro Taques (PSDB) a fim de manter o contrato firmado entre sua empresa e o Detran, durante a gestão do ex-governador Silva Barbosa.

O ex-diretor havia dito que já havia combinado a manutenção do contrato com o ex-secretário da Casa Civil, Paulo Taques, antes do resultado das eleições de 2014.

 

Derrotas

O ex-diretor já teve dois pedidos de liberdade negados pela Justiça. Em maio, o desembargador Zuquim, indeferiu o pedido alegando que "a peculiar natureza dos crimes e o modo em que se desenvolve a atividade, por si sós, não autorizam a revogação da prisão preventiva".

Em junho, a ministra da Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Maria Thereza de Assis Moura, também negou o pedido de habeas corpus.

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. Justiça Eleitoral suspende propaganda de Mauro Mendes contra Wellington Fagundes

    Justiça

    (14:46) Justiça Eleitoral suspende propaganda de Mauro Mendes contra Wellington Fagundes

    Olhardireto A Justiça Eleitoral proibiu...

  2. TJ libera deputado para fazer campanha à noite e finais de semana

    Justiça

    (14:43) TJ libera deputado para fazer campanha à noite e finais de semana

    MidiaNews O desembargador José Zuquim...

  3. Justiça mantém bloqueio de R$ 108 mil de deputado federal por dívida com empresário

    Justiça

    (14:37) Justiça mantém bloqueio de R$ 108 mil de deputado federal por dívida com empresário

    Ságuas tentou liberar recursos para poder pagar parcela de crédito rural

  4. TRE aprova candidatura de Selma; escolha de suplente pode barrar chapa

    Justiça

    (14:08) TRE aprova candidatura de Selma; escolha de suplente pode barrar chapa

    Procuradoria Regional Eleitoral afirma que a segunda suplente da juíza aposentada não foi escolhida durante convenção partidária do PSL, o que pode tornar a chapa ilegal.

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados