Gestão Pública News

Política

Governo descarta risco de desabamento de ponte em Cuiabá e rescinde contrato com empresa
06 de Dezembro de 2017 ás 13:59 -

Empresa executou apenas 33% de obra e dispensou funcionários

Governo descarta risco de desabamento de ponte em Cuiabá e rescinde contrato com empresa

DO FOLHAMAX

A Secretaria de Estado das Cidades (Secid-MT) vai rescindir o contrato com a empresa A.I Fernandes Serviços de Engenharia, responsável pelas obras de reconstrução da cabeceira da ponte Benedito de Figueiredo, sobre o Rio Coxipó, localizada entre os bairros Coophema e Praeirinho, em Cuiabá, por não cumprimento do cronograma previsto em contrato. Terminado o prazo de 90 dias estabelecido para a conclusão total da obra, apenas 33% dos serviços foram executados, mesmo diante das notificações da equipe de fiscalização da pasta.

A empresa venceu a licitação de Tomada de Preço em agosto e recebeu a ordem de serviço para iniciar os trabalhos no dia 4 de setembro. O período fixado para finalização das atividades era de três meses com vigência contratual de 180 dias.

O orçamento projetado ficou em R$ 626,34 mil. “Passado o período de 90 dias, que era o tempo estabelecido para término de toda a obra, a empresa não conseguiu cumprir com o cronograma e ao final dispensou os funcionários. Não temos como aditar prazo para uma empresa que não conseguiu performar até agora”, explicou o secretário adjunto de Obras Públicas da Secid, Ernesto Negretti.

Agora, a equipe técnica da Secid estuda a possibilidade de contratar uma nova empresa em caráter emergencial. O secretário adjunto estima ser necessário mais 60 dias para a conclusão total dos trabalhos, a partir do momento em que uma outra construtora assumir os serviços. “Essa obra não tem problema de projetos, é de rápida execução e vamos concluir”, afirmou Negretti, alertando que o tempo total para finalização também dependerá do volume de chuvas nos próximos meses.

Segundo a equipe de fiscalização da Secid, até o momento a empresa recebeu R$ 209,32 mil pelos serviços executados e medidos e a assessoria jurídica avalia as medidas cabíveis devido ao não cumprimento do contrato. Entre os itens previstos na obra estão a estabilização da margem esquerda da cabeceira da ponte com a utilização de gabiões caixa (tipo de estrutura armada, flexível, drenante e de grande durabilidade e resistência) e o reaterro compactado da área.

SEM RISCO

Apesar das chuvas e da não conclusão da obra, não existe qualquer risco de desabamento da cabeceira da ponte Benedito Figueiredo. A Defesa Civil do município já vistoriou a área e descartou perigos eminentes. “Por precaução talvez vamos reduzir a faixa destinada ao tráfego de veículos, com uma mão de ida e outra de volta. Isso porque, não podemos prever intemperes da natureza e possíveis sinistro devido a chuvas”, destacou o secretário adjunto, Ernesto Negretti.

Em fevereiro de 2017, a ponte chegou a ser inteditada devio ao desmoronamento de parte da margem esquerda da estrutura. O problema deveu-se à mudança no curso do rio Coxipó, que corta o local. Os reparos emergenciais foram feitos pela Prefeitura Municipal de Cuiabá com projeto da Secid. A ponte Benedito Figueiredo possui 155 metros de extensão, 12,8 metros de largura e duas faixas de circulação. A sua construção foi idealizada para a Copa do Mundo de 2014 e teve orçamento final de R$ 5,83 milhões. O objetivo da edificação era desafogar o trânsito na Avenida Fernando Corrêa, uma das principais de Cuiabá.

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. Comper indenizará em R$ 10 mil cliente que teve notebook furtado em estacionamento

    Justiça

    (13:02) Comper indenizará em R$ 10 mil cliente que teve notebook furtado em estacionamento

    A juíza Olinda de Quadros Castrillon, da Décima Primeira Vara Cível, julgou procedente ação de um cliente que processou os Supermercados Comper após ter seu notebook furtado no estacionamento do estabelecimento.

  2. Justiça nega desbloquear imóvel de ex-secretário de Estado em ação por improbidade; MP pede R$ 8,8 milhões

    Justiça

    (13:00) Justiça nega desbloquear imóvel de ex-secretário de Estado em ação por improbidade; MP pede R$ 8,8 milhões

    O juizado da Vara Especializada Ação Civil Pública e Popular negou liberação de um imóvel pertencente ao ex-secretário de Estado de Fazenda Fausto de Souza Faria.

  3. PF cumpre mandados contra advogados e servidores acusados de fraudar INSS; cego é flagrado dirigindo

    Justiça

    (12:59) PF cumpre mandados contra advogados e servidores acusados de fraudar INSS; cego é flagrado dirigindo

    A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (12), a Operação Pandora, que investiga a fraude na obtenção de benefícios previdenciários deferidos judicialmente na comarca de Dionísio Cerqueira (SC).

  4. STJ nega autorização para major em MT passar um mês em Portugal em batizado

    Justiça

    (12:57) STJ nega autorização para major em MT passar um mês em Portugal em batizado

    Ferronato teria oferecido promoção a um tenente coronel, que é delator da Operação Esdras

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados