Gestão Pública News

Polícia

Foragida desafiou a polícia ao fazer festa em boate, diz delegado
08 de Dezembro de 2015 ás 11:34 -

Acusada prestou depoimento e negou participação no crime

Foragida desafiou a polícia ao fazer festa em boate, diz delegado

THAIZA ASSUNÇÃO DA REDAÇÃO - MIDIANEWS

O delegado Marcel Gomes, da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá, classificou como um ato de “audácia” a festa dada pela foragida Bruna Moura Ferreira, de 23 anos, em uma boate na Avenida Getúlio Vargas. Ela foi presa durante o evento batizado com o nome “Bandidas de Luxo”, em comemoração ao seu aniversário, no dia 29 de novembro. Bruna é suspeita de participar de um latrocínio (roubo seguido por morte) na casa de um policial rodoviário federal, no dia 20 de março deste ano - e estava com a prisão decretada pela Justiça de Mato Grosso há quatro meses. Na ocasião, dois adolescentes, de 16 e 17 anos, invadiram a residência do agente. Houve confronto entre a vítima e os suspeitos, e os dois adolescentes morreram baleados. O namorado de Bruna, Welley Hernandes do Carmo, de 26 anos, foi preso no dia 14 de julho, por supostamente dar “cobertura” ao crime. Para o delegado, a acusada, desafiou a polícia ao realizar a festa e, também, ao publicar cartazes do evento com a sua foto nas redes sociais. Ela sabia que tinha um mandado de prisão decretado pela Justiça, pois contratou um advogado para tentar revogar o pedido, mas, mesmo assim, fechou uma boate no Centro de Cuiabá e publicou cartazes da festa com sua foto em todas as redes sociais. Isso, para mim, foi muita audácia “Ela sabia que tinha um mandado de prisão decretado pela Justiça, pois contratou um advogado para tentar revogar o pedido, mas, mesmo assim, fechou uma boate no Centro de Cuiabá e publicou cartazes da festa com sua foto em todas as redes sociais. Isso, para mim, foi muita audácia”, declarou. Conforme o delegado, em depoimento Bruna negou participação no crime. Afirmou, porém, que tinha conhecimento do assalto e que conhecia os dois adolescentes que morreram na ocasião. “Inclusive ela postou na rede social Facebook ‘Deus livrou meu amor dessa’, depois do assalto”, disse o delegado. De acordo com o delegafo, Bruna deu apoio logístico à quadrilha, sendo responsável por buscar os adolescentes em suas casas e os deixarem no local do crime. Após ser ouvida, a suspeita foi encaminhada para a Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, em Cuiabá. Segundo Gomes, Bruna deve responder pelos crimes de tentativa de latrocínio e associação criminosa. O crime O policial rodoviário chegava em casa com o filho quando os dois adolescentes se aproveitaram do momento em que o portão fechava para invadir a residência. Ao perceberam que o policial estava armado, os suspeitos atiraram e a vítima acabou reagindo. Um dos menores morreu após dar entrada no Pronto-Socorro de Cuiabá. O outro adolescente chegou a ficar internado 10 dias no hospital e também morreu.  

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. Projeto do novo fundo chega hoje na Assembleia; pauta travada deve adiar votação

    Política

    (14:57) Projeto do novo fundo chega hoje na Assembleia; pauta travada deve adiar votação

    FOLHAMAX O projeto que prevê a criação...

  2. Riva tenta delação para se livrar da cadeia e MP rejeita por falta de interesse

    Política

    (14:44) Riva tenta delação para se livrar da cadeia e MP rejeita por falta de interesse

    REPÓRTERMT Um documento sigiloso mostra...

  3. MPE investiga ex-servidor que teria se apropriado de R$ 45 mil

    Justiça

    (14:42) MPE investiga ex-servidor que teria se apropriado de R$ 45 mil

    MIDIANEWS O Ministério Público...

  4. CNJ inicia hoje fiscalização ao Tribunal de Justiça de MT

    Justiça

    (14:40) CNJ inicia hoje fiscalização ao Tribunal de Justiça de MT

    O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) inicia nesta segunda-feira (23) a fiscalização ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT).

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados