Gestão Pública News

Solidariedade

Família carente pede doações após ter a casa incendiada
03 de Novembro de 2015 ás 17:29 -

Mãe de seis filhos perdeu a casa e tudo o que tinha; veja os telefones para doações

Família carente pede doações após ter a casa incendiada

JAD LARANJEIRA DA REDAÇÃO - midianews

A família da dona de casa Maria Quitéria, de 37 anos, perdeu a casa e tudo o que tinha em um incêndio, na madrugada do dia 24, no Bairro Parque Geórgia, em Cuiabá. O fogo atingiu a casa de madeira e não houve tempo para conter as chamas, e nem de salvar os pertences. Ninguém ficou ferido no incidente. Mãe de seis filhos e avó de uma menina, Maria Quitéria contou que passou por "momentos terríveis", vendo seus bens sendo destruídos pelas chamas, que começou por volta das 4 horas da manhã. De acordo ela, o fogo começou por causa de um curto-circuito em uma fiação, que trazia energia elétrica para a casa, e que era feita por fios de telefone, já que a rede de energia elétrica ainda não passa pelo local. “Eu acredito que foi por causa da fiação que começou o incêndio, porque o fogo começou de cima, onde passam os fios. E deu pra ver o clarão; foi quando gritei e acordei meus filhos, não deu tempo de nada, conseguimos apenas resgatar a geladeira, o resto perdemos tudo”, lamentou. Marcus Mesquita/MidiaNews Catadora A família ainda precisa de muitas coisas, como pratos, talheres, vasilhas, roupas, escovas de dente, toalhas e itens de higiene pessoal Jackson da Conceição, de 17 anos, filho mais velho de Quitéria, relatou que acordou momentos antes do incêndio começar para ir ao banheiro, passou pela mãe na cozinha e, assim que se deitou novamente, ouviu os gritos de desespero da mãe. “Eu sempre costumo acordar para ir ao banheiro e, dessa vez não foi diferente. Mas quando voltei e deitei, ouvi minha mãe gritar ‘fogo’, então eu levantei e vi o clarão das chamas. Acordei meus irmãos e fomos correndo atrás de água para tentar apagar, mas não tinha no banheiro, então saímos de casa e conseguimos levar apenas a geladeira”, disse. A família veio de São Paulo, há dois anos, para tentar a vida em Cuiabá e ficar mais perto de parentes. Hoje, a família está morando em um barraco cedido pela vizinha, a alguns metros do local que pegou fogo. Desde o incidente, eles estão contando com a ajuda de amigos e pessoas que se solidarizam com o ocorrido. Quitéria está desempregada e, no momento, faz “bicos” fazendo bolos e catando latinhas. Ela diz não saber por onde começar a vida e pede ajuda das pessoas. “Nós perdemos tudo, minhas crianças estão sem ir para a escola porque não têm materiais, bolsas, cadernos, eu não quero que eles parem de estudar, graças a Deus já conseguimos algumas coisas que estão dando para sobrevivermos, mas ainda falta muita coisa”, disse. Doações A família ainda precisa de utensílios, como pratos, talheres, vasilhas, roupas, escovas de dente, toalhas e itens de higiene pessoal. Marcus Mesquita/MidiaNews Catadora Hoje, a família está morando em um barraco cedido pela vizinha, a alguns metros à frente do local que pegou fogo Além disso, Quitéria pede a ajuda também com materiais de construção, para construir sua casa. "Nós já temos a mão de obra, nossos vizinhos disseram que vão ajudar, precisamos de materiais, tijolos, cimento, qualquer coisa já ajuda", pede. Serviço

Os interessados em ajudar a família podem procurar por Maria Quitéria através do número (65) 9201-2202, ou entrar em contato com a vizinha, Alessandra Maria, através do número (65) 9311-8124. As doações podem ser entregues no local onde a família está morando, na Rua Caicó, quadra 46, casa 15, no Parque Geórgia.

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. AL recorre ao STF por liberdade de Mauro Savi; pedido no STJ ainda aguarda decisão

    Justiça

    (13:32) AL recorre ao STF por liberdade de Mauro Savi; pedido no STJ ainda aguarda decisão

    Olharjurídico A Assembleia Legislativa...

  2. MPF mantém esquema de segurança a procuradores ameaçados de morte

    Justiça

    (13:30) MPF mantém esquema de segurança a procuradores ameaçados de morte

    RepórterMT O Ministério Público...

  3. Supremo proíbe condução coercitiva de réus ou investigados

    Justiça

    (13:28) Supremo proíbe condução coercitiva de réus ou investigados

    MidiaNews Por maioria de votos, o Plenário...

  4. Através de ex-juiz Julier, vereador tenta revogar escolta de Selma

    Justiça

    (13:23) Através de ex-juiz Julier, vereador tenta revogar escolta de Selma

    MidiaNews O vereador Geraldo Antônio dos...

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados