Gestão Pública News

Economia

Droga Chick fecha as portas após mais de 30 anos
16 de Abril de 2018 ás 14:50 -

FOLHAMAX O grupo Droga Chick, que atuava em Cuiabá desde 1987, fechou as portas de todas as unidades na capital na última sexta-feira...

Droga Chick fecha as portas após mais de 30 anos

FOLHAMAX

O grupo Droga Chick, que atuava em Cuiabá desde 1987, fechou as portas de todas as unidades na capital na última sexta-feira (13). A empresa estava endividada em R$ 9,6 milhões e havia entrado com pedido de recuperação judicial para tentar evitar a falência, mas não conseguiu. Nas portas das drogarias foram colocados comunicados, explicando a situação.

De acordo com o Grupo Droga Chick o fechamento das unidades aconteceu após uma decisão coletiva. A dívida estava estimada em R$ 9,6 milhões. Em 2015 o grupo havia entrado com pedido de recuperação judicial, para evitar a falência, no entanto, não conseguiram reerguer a empresa.

“As razões que nos levaram a tal decisão foram exclusivamente de ordem econômica, e apesar dos esforços empreendidos, assim como a solidez conquistada desde a origem, não foram suficientes para afastar a crise econômico financeira derivadas do custo crescente de encargos sem que pudéssemos repassá-los aos preços praticados”, diz trecho do comunicado.

Fazem parte do grupo de farmácias Droga Chick as empresas Drogaria Droga Chick Ltda., Drogasarah Medicamentos Ltda. Epp, Maxmed Medicamento e Perfumaria Ltda. Epp, Chick Prime Drogaria Ltda. Epp, C.H.K. Drogaria Ltda.-ME e Dj Drogaria Ltda.-ME.

Ao final o grupo afirma que mesmo com o fechamento irá validar seus compromissos.

“No mais, ratificamos os compromisso anuídos, e tal atitude, não denota em hipótese alguma o fim do compromisso com nossos fornecedores e credores, que serão oportunamente contatados”.

Recuperação judicial

Formado por seis lojas distribuídas pela Capital, o grupo atuava no segmento de varejo de remédios desde 1987 e atribuiu a dívida às dificuldades em disputar mercado com outros empreendimentos. Segundo a companhia, os concorrentes atuam de maneira desleal, vendendo seus produtos abaixo do preço de custo, e inviabilizando a margem de lucro.

A recuperação abrangeu as empresas Drogaria Droga Chick Ltda., Drogasarah Medicamentos Ltda. Epp, Maxmed Medicamento e Perfumaria Ltda. Epp, Chick Prime Drogaria Ltda. Epp, C.H.K. Drogaria Ltda.-ME e DJ Drogaria Ltda.-ME.

A recuperação judicial é uma medida tomada a fim de evitar a falência de uma empresa. Pedida quando a corporação perde a capacidade de pagar suas dívidas, ela serve como meio para reorganização dos negócios. A norma é abordada no capítulo três da lei Lei de Falências e Recuperação de Empresas (LFRE), de 2005. Por meio dela a empresa mantém sua produção, o emprego dos trabalhadores e os interesses dos credores.

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. TCE multa Luciane Bezerra por contratação irregular; MPE pode abrir investigação

    Justiça

    (14:21) TCE multa Luciane Bezerra por contratação irregular; MPE pode abrir investigação

    OLHARJURÍDICO O Tribunal de Contas do...

  2. Procuradora nega recurso e vereadores podem ser cassados por fraude eleitoral

    Justiça

    (14:16) Procuradora nega recurso e vereadores podem ser cassados por fraude eleitoral

    RepórterMT A procuradora Regional Eleitoral,...

  3. MPE pede afastamento e indisponibilidade dos bens de Soares

    Justiça

    (14:13) MPE pede afastamento e indisponibilidade dos bens de Soares

    MidiaNews   O Ministério Público...

  4. Justiça nega ação para fechar hospital por falta de alvará sanitário

    Justiça

    (14:12) Justiça nega ação para fechar hospital por falta de alvará sanitário

    FOLHAMAX O juiz da Vara de Ação...

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados