Gestão Pública News

Política

Deputados que faltarem sessão terão desconto de R$ 6,3 mil em salários
12 de Julho de 2018 ás 13:12 -

REPÓRTERMT O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM) afirmou que durante o período eleitoral –...

Deputados que faltarem sessão terão desconto de R$ 6,3 mil em salários

REPÓRTERMT

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM) afirmou que durante o período eleitoral – entre os meses de agosto e setembro – será descontado 25% dos salários dos deputados que faltarem às sessões ordinárias de votação de projetos de leis. Na prática, os 25% representam um corte de R$ 6,3 mil nos salários dos parlamentares, que atualmente recebem R$ 25,3 mil.

Botelho informou que decreto de corte de ponto será publicado na próxima terça-feira (17), um dia antes do recesso parlamentar de julho.

Com a medida, as sessões da Assembleia serão concentradas às quartas-feiras, durante o período eleitoral. Pelo regime normal, a Assembleia conta com quatro sessões semanais (terça, quarta e quinta-feira). 

A medida ocorre pelo esvaziamento do plenário em período de campanha eleitoral, entre os meses de agosto e setembro. Dos 24 parlamentares, apenas José Domingos Fraga (PSD) e Wancley Carvalho (PV) disseram que não pretendem disputar as eleições em outubro deste ano. 

Botelho acredita que na volta do recesso parlamentar, o decreto será fundamental para garantir a presença dos deputados na Assembleia, durante a votação de projetos importantes. Um deles é o Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) para o exercício de 2019.

“Não vai faltar quórum. Nós vamos concentrar as votações nas quartas-feiras. Vamos descontar 25% dos deputados que não vierem na quarta. Já está avisado isso. Então eu acredito que não vai ter problema de quórum para as votações”, enfatizou Botelho em entrevista aos jornalistas na quarta-feira (11).

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. Justiça condena ex-vereadora de Cuiabá a 11 anos de prisão por desvios de R$ 6,3 mi

    Justiça

    (13:41) Justiça condena ex-vereadora de Cuiabá a 11 anos de prisão por desvios de R$ 6,3 mi

    Folhamax O juiz da Sétima Vara Criminal...

  2. Presidente do TJMT afirma que não aceitará redução do duodécimo e confia que Judiciário não será prejudicado

    Justiça

    (13:40) Presidente do TJMT afirma que não aceitará redução do duodécimo e confia que Judiciário não será prejudicado

    Olharjurídico O novo presidente do Tribunal...

  3. Supremo aponta novos crimes e não homologa delação de Riva

    Justiça

    (13:37) Supremo aponta novos crimes e não homologa delação de Riva

    MidiaNews A Primeira Turma do Supremo Tribunal...

  4. Justiça aceita desistência de recurso e delação de Zaqueu é cogitada

    Justiça

    (13:34) Justiça aceita desistência de recurso e delação de Zaqueu é cogitada

    RepórterMT O desembargador Luiz Ferreira,...

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados