Gestão Pública News

Política

DEM admite conversas e não teme que aliança com MDB repita tragédia de 1998
10 de Julho de 2018 ás 12:16 -

FOLHAMAX O DEM quer garantir até a próxima sexta-feira (13) o fechamento da composição que possa garantir um tempo maior...

DEM admite conversas e não teme que aliança com MDB repita tragédia de 1998

FOLHAMAX

O DEM quer garantir até a próxima sexta-feira (13) o fechamento da composição que possa garantir um tempo maior no programa eleitoral para o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (DEM), apresentar suas propostas na disputa ao Governo do Estado. Segundo o ex-governador Jayme Campos (DEM), pré-candidato ao Senado, o cenário atual do partido concede poucos minutos nas redes de rádio e televisão para que sejam apresentadas as propostas dos candidatos da aliança.

Segundo o ex-governador, as conversações com os partidos vêm sendo conduzidas pelo próprio Mauro Mendes. Ele disse que, com as alianças que vêm sendo costuradas, é possível atingir um tempo de propaganda razoável para levar as propostas a população. “Realmente no cenário que existe, nós temos poucos segundos de TV, apenas 18% do horário gratuito de televisão. Mas com a possibilidade de outros partidos coligarem conosco, nós vamos atingir o número razoável”, disse o senador em entrevista a Rádio Capital FM na manhã de hoje.

Atualmente, apenas DEM, PDT e PRB tem como certos o apoio a Mauro Mendes. Nos últimos dias, as conversas ocorrem no sentido de atrair o PSD e MDB, que sinalizavam apoio ao projeto do ex-senador Wellington Fagundes (PR).

Jayme Campos explica que, dentro do DEM, não existe restrição quanto aos partidos para aliança. Além disso, não crê que uma aliança com o MDB provoque o mesmo efeito das eleições de 1998.

Na época, quando ainda se chamava PFL, o partido se aliou com o PMDB, lançando Júlio Campos ao Governo e Carlos Bezerra ao Senado, num enfrentamento com o ex-governador Dante de Oliveira (então no PSDB). Campos e Bezerra eram vistos como “inimigos políticos” e a aliança foi rejeitada pela população, que reelegeu Dante no 1º turno.

Jayme avalia o cenário atual como diferente e favorável a aliança. “Talvez não fosse um momento oportuno, não vejo nenhum problema com MDB, PP, PSD e todos os demais partidos. Não tenho dúvidas que não teremos nenhuma dificuldade pelo fato que o momento é outro, o candidato é outro, e vamos ter uma ampla discursão franca”, revela Jaime.

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. Justiça Eleitoral suspende propaganda de Mauro Mendes contra Wellington Fagundes

    Justiça

    (14:46) Justiça Eleitoral suspende propaganda de Mauro Mendes contra Wellington Fagundes

    Olhardireto A Justiça Eleitoral proibiu...

  2. TJ libera deputado para fazer campanha à noite e finais de semana

    Justiça

    (14:43) TJ libera deputado para fazer campanha à noite e finais de semana

    MidiaNews O desembargador José Zuquim...

  3. Justiça mantém bloqueio de R$ 108 mil de deputado federal por dívida com empresário

    Justiça

    (14:37) Justiça mantém bloqueio de R$ 108 mil de deputado federal por dívida com empresário

    Ságuas tentou liberar recursos para poder pagar parcela de crédito rural

  4. TRE aprova candidatura de Selma; escolha de suplente pode barrar chapa

    Justiça

    (14:08) TRE aprova candidatura de Selma; escolha de suplente pode barrar chapa

    Procuradoria Regional Eleitoral afirma que a segunda suplente da juíza aposentada não foi escolhida durante convenção partidária do PSL, o que pode tornar a chapa ilegal.

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados