Gestão Pública News

Política

Câmara tem que remanejar R$ 688 mil para pagar salários e 13º em dezembro
05 de Dezembro de 2017 ás 13:24 -

A Câmara de Cuiabá remanejou R$ 688,3 mil do próprio orçamento para pagar salários e o 13º salário dos servidores.

Câmara tem que remanejar R$ 688 mil para pagar salários e 13º em dezembro

A Câmara de Cuiabá remanejou R$ 688,3 mil do próprio orçamento para pagar salários e o 13º salário dos servidores. O decreto de suplementação, assinado pelo prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB), foi publicado no Diário Oficial de Contas desta segunda (4).

O orçamento da Câmara está sob gestão do presidente Justino Malheiros (PV). No entanto, quando necessita fazer movimentação financeira deve encaminhar justificativa ao Executivo e pedir para o prefeito fazer a publicação oficial. “É uma questão legal e formal que precisa ser observada. Existe o decreto, mas não está sendo feita suplementação da Prefeitura para Câmara. São recursos do próprio Legislativo sendo remanejados. Não existe nenhuma movimentação financeira envolvendo os dois Poderes”, explica o secretário municipal de Planejamento Zito Adrien.

Os recursos estão sendo retirados de diversas áreas. Entre elas, manutenção de serviços administrativos, manutenção de conservação de bens imóveis e móveis, serviços administrativos e gerais e ações de informática.

Conforme o decreto de suplementação, os recursos remanejados terão duas destinações. Parte será aplicada em divulgação institucional enquanto o restante garantirá remuneração de pessoal e encargos sociais.

Em 19 de outubro, a Câmara já havia feito o remanejamento de R$ 3,8 milhões. O dinheiro serviu para pagar as rescisões e encargos trabalhistas dos 460 comissionados exonerados após a Justiça e o Tribunal de Contas do Estado terem barrado a suplementação de R$ 6,7 milhões.

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. Comper indenizará em R$ 10 mil cliente que teve notebook furtado em estacionamento

    Justiça

    (13:02) Comper indenizará em R$ 10 mil cliente que teve notebook furtado em estacionamento

    A juíza Olinda de Quadros Castrillon, da Décima Primeira Vara Cível, julgou procedente ação de um cliente que processou os Supermercados Comper após ter seu notebook furtado no estacionamento do estabelecimento.

  2. Justiça nega desbloquear imóvel de ex-secretário de Estado em ação por improbidade; MP pede R$ 8,8 milhões

    Justiça

    (13:00) Justiça nega desbloquear imóvel de ex-secretário de Estado em ação por improbidade; MP pede R$ 8,8 milhões

    O juizado da Vara Especializada Ação Civil Pública e Popular negou liberação de um imóvel pertencente ao ex-secretário de Estado de Fazenda Fausto de Souza Faria.

  3. PF cumpre mandados contra advogados e servidores acusados de fraudar INSS; cego é flagrado dirigindo

    Justiça

    (12:59) PF cumpre mandados contra advogados e servidores acusados de fraudar INSS; cego é flagrado dirigindo

    A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (12), a Operação Pandora, que investiga a fraude na obtenção de benefícios previdenciários deferidos judicialmente na comarca de Dionísio Cerqueira (SC).

  4. STJ nega autorização para major em MT passar um mês em Portugal em batizado

    Justiça

    (12:57) STJ nega autorização para major em MT passar um mês em Portugal em batizado

    Ferronato teria oferecido promoção a um tenente coronel, que é delator da Operação Esdras

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados