Gestão Pública News

Política

Botelho reduz número de sessões na ALMT para evitar faltas de deputados
03 de Janeiro de 2018 ás 00:00 -

Nós vamos fazer um calendário para não ter problema e, durante o período eleitoral, nós iremos fazer as votações em apenas um dia, disse o presidente

Botelho reduz número de sessões na ALMT para evitar faltas de deputados

DA REDAÇÃO - RepórterMT

 

O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (PSB) revelou que em 2018 as sessões parlamentares serão realizadas em apenas um dia da semana e não mais dividas em quatro vezes como ocorreu durante todo ano.

“Nós vamos fazer um calendário juntamente com os deputados para não ter problema. E durante o período eleitoral, nos dois meses mais críticos das eleições, nós iremos fazer as votações em apenas um dia”, argumentou o presidente. A declaração ocorreu em entrevista ao programa SBT Comunidade, da TV Rondon, na tarde de quarta-feira (27).

A medida, segundo Botelho, visa evitar o grande número de faltas dos parlamentares devido à corrida eleitoral em 2018, lembrando que, em 2017, falta de quórum foi um dos grandes problemas nas votações dos projetos.

“Nós vamos fazer um calendário juntamente com os deputados para não ter problema. E durante o período eleitoral, nos dois meses mais críticos das eleições, nós iremos fazer as votações em apenas um dia”, argumentou o presidente.

Botelho também avisou que irá conversar com os 24 deputados para que participem mais ativamente das discussões relativas à criação e aprovação de projetos nas comissões.

Nós vamos chamar os deputados para irem à Assembleia realizar as votações, fazer o seu trabalho político e participar das comissões, onde o projeto é realmente discutido.

Apesar da declaração, o próprio Botelho já se irritou com as constantes faltas nas sessões plenárias. Inclusive, na volta do recesso parlamentar em agosto, foi preciso suspender a primeira sessão por falta de quórum.

Botelho aguardou em plenário que os parlamentares aparecessem, porém, não houve a presença de nem sete deputados, que é o mínimo para a abertura da sessão.

À época, parte dos deputados voltou a pedir que fosse colocado em votação um projeto do deputado Oscar Bezerra (PSB), que pune os parlamentares faltosos, com desconto no salário. A medida não foi atendida.

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. Justiça condena ex-vereadora de Cuiabá a 11 anos de prisão por desvios de R$ 6,3 mi

    Justiça

    (13:41) Justiça condena ex-vereadora de Cuiabá a 11 anos de prisão por desvios de R$ 6,3 mi

    Folhamax O juiz da Sétima Vara Criminal...

  2. Presidente do TJMT afirma que não aceitará redução do duodécimo e confia que Judiciário não será prejudicado

    Justiça

    (13:40) Presidente do TJMT afirma que não aceitará redução do duodécimo e confia que Judiciário não será prejudicado

    Olharjurídico O novo presidente do Tribunal...

  3. Supremo aponta novos crimes e não homologa delação de Riva

    Justiça

    (13:37) Supremo aponta novos crimes e não homologa delação de Riva

    MidiaNews A Primeira Turma do Supremo Tribunal...

  4. Justiça aceita desistência de recurso e delação de Zaqueu é cogitada

    Justiça

    (13:34) Justiça aceita desistência de recurso e delação de Zaqueu é cogitada

    RepórterMT O desembargador Luiz Ferreira,...

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados