Gestão Pública News

Eleições 2014

Amigas: Serys não fará campanha para petista
17 de Outubro de 2014 ás 20:34 -

A ex-senadora Serys Marli (PTB) não irá fazer campanha para a reeleição da presidente Dilma. Apesar de ter laços de amizade com a presidente, ela não está atuando politicamente pela vitória da petista.

Amigas: Serys não fará campanha para petista
Tarley Carvalho | Redação 24 Horas News Amigas: Serys não fará campanha para petista Foto: Reprodução

 

 A ex-senadora Serys Marli (PTB) não irá fazer campanha para a reeleição da presidente Dilma. Apesar de ter laços de amizade com a presidente, ela não está atuando politicamente pela vitória da petista. Faltando apenas oito dias para as eleições, ela afirma que estará em Cuiabá na próxima terça-feira (21), quando definirá seu papel – ou sua abstenção – nessa etapa final deste segundo turno. Faltando apenas oito dias para as eleições que irão definir a permanência da presidente Dilma por mais quatro anos ou o retorno do PSDB à liderança do país, todo apoio, para qualquer um dos dois candidatos, que seguem empatados tecnicamente, de acordo com os últimos levantamentos dos institutos de pesquisas, é bem-vindo. Em Mato Grosso, Serys, que foi petista até o último pleito municipal, em 2012, poderia ser um dos fortes cabos eleitorais da presidente. Em conversa com o Portal de Notícias 24 Horas News, ela confirmou que apoia a reeleição da presidente Dilma. “De fora, eu estou na torcida, mas não estou na equipe. Semana que vem, na terça-feira, estarei em Cuiabá, aí vamos ver o que faço, vamos conversar”, informou. Ao que tudo indica, Serys deixará o PTB. Ela se filiou ao partido com a promessa de ser candidata ao Senado, chegou ser pré-candidata pela sigla, ao lado de Luiz Antônio Pagot (PTB), que assumiu a pré-candidatura ao Governo do Estado. Os nomes dos dois foram lançados quando o partido se afastou, por pouco tempo, da chapa do senador e governador eleito, Pedro Taques (PDT). Serys, sentindo-se traída, uma vez que a chapa de Taques escolheu o ex-governador de Mato Grosso, Rogério Salles (PSDB), para disputar o Senado, acabou por apoiar Rui Prado (PSD). Ela permanecerá na contramão de seu partido apoiando a reeleição da presidente, uma vez que a sigla definiu apoio a Aécio Neves. Serys tem enfrentado resistência em sua personalidade política desde 2010. Naquele ano, ainda petista, ela era senadora e pretendia disputar a reeleição. Rachado internamente, o partido definiu Serys candidata a deputada federal e, para o Senado, escolheu Carlos Abicalil. Nenhum dos dois venceu a eleição. Em 2012, ela teve problemas com Lúdio Cabral, que disputou a prefeitura de Cuiabá. A briga interna levou à desincompatibilização de 300 militantes do PT, entre eles, Serys.

- See more at: http://www.24horasnews.com.br/noticias/ver/amigas-serys-nao-fara-campanha-para-petista#sthash.Jz5wH61X.dpuf

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. AL recorre ao STF por liberdade de Mauro Savi; pedido no STJ ainda aguarda decisão

    Justiça

    (13:32) AL recorre ao STF por liberdade de Mauro Savi; pedido no STJ ainda aguarda decisão

    Olharjurídico A Assembleia Legislativa...

  2. MPF mantém esquema de segurança a procuradores ameaçados de morte

    Justiça

    (13:30) MPF mantém esquema de segurança a procuradores ameaçados de morte

    RepórterMT O Ministério Público...

  3. Supremo proíbe condução coercitiva de réus ou investigados

    Justiça

    (13:28) Supremo proíbe condução coercitiva de réus ou investigados

    MidiaNews Por maioria de votos, o Plenário...

  4. Através de ex-juiz Julier, vereador tenta revogar escolta de Selma

    Justiça

    (13:23) Através de ex-juiz Julier, vereador tenta revogar escolta de Selma

    MidiaNews O vereador Geraldo Antônio dos...

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados