Gestão Pública News

Saúde

Aberto prazo de solicitação de medicamento para infecção respiratória em crianças
19 de Janeiro de 2016 ás 11:30 -

Os pedidos devem ser encaminhados pelos médicos pediatras

Aberto prazo de solicitação de medicamento para infecção respiratória em crianças

DA REDAÇÃO - MIDIANEWS

Já está aberto o prazo para solicitação do medicamento Palivizumabe utilizado na prevenção de infecção grave causada pelo vírus sincicial respiratório (VSR), em pacientes pediátricos. O medicamento está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS), por meio de processo administrativo. Os pedidos devem ser encaminhados pelos médicos pediatras,por meio das unidades de saúde, para o Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE), unidade da Secretaria de Estado de Saúde. As requisições serão analisadas pela equipe do CRIE que também autoriza e agenda a aplicação do insumo. O prazo para protocolar a solicitação teve início em janeiro e segue até 15 de julho de 2016. Segundo o protocolo de uso, descrito na portaria 522/2013 do Ministério da Saúde, crianças prematuras com cardiopatia congênita ou doença crônica da prematuridade estão dentro dos critérios para receber as doses do medicamento. Essas crianças receberão o aviso de agendamento para receber a medicação em um dos polos de aplicação. O VSR é um dos principais agentes etiológicos das infecções que acometem o trato respiratório inferior, sendo responsável por até 75% das bronquiolites e 40% das pneumonias. Caracteriza-se, fundamentalmente, por sua sazonalidade, com diferenças no padrão de circulação do vírus, dependendo da região/país. Em Mato Grosso, o período de circulação do vírus se estende durante os meses de abril a julho. O fornecimento e aplicação do Palivizumabe ocorrerão a partir de março, um mês antes do início da sazonalidade do vírus, até o mês de julho. A administração do medicamento não será estendida fora desse período. Polos de aplicação ambulatorial Além de Cuiabá, foram descentralizados polos de aplicação para três outras regiões de saúde: no CRIE em parceria com a Santa Casa de Misericórdia da capital; Cáceres - Hospital Regional ou Hospital São Luiz; Rondonópolis - Pronto Atendimento Pediátrico, extensão do Hospital Municipal Dr. Antonio dos Santos Muniz; Sorriso - Hospital Regional. Aplicação intra-hospitalar Confira os polos na região metropolitana: UTI Neonatal do Hospital Geral Universitário; UTI Neonatal dos Hospital Jardim Cuiabá; UTI Neonatal do Hospital Santa Rosa; UTI Neonatal do Hospital e Maternidade Femina; UTI Neonatal do Hospital Santa Helena; UTI Neonatal do Hospital Universitário Júlio Muller; UTI Neonatal da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá; UTI Neonatal do Hospital e Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande. No interior são: UTI Neonatal do Hospital Regional de Sorriso; UTI Neonatal do Hospital São Luiz de Cáceres; UTI Neonatal da Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis. Para mais informações e acesso à guia de solicitação do Palivizumabe acesse o site da SES: http://www.saude.mt.gov.br/informe/459  

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. TCE multa Luciane Bezerra por contratação irregular; MPE pode abrir investigação

    Justiça

    (14:21) TCE multa Luciane Bezerra por contratação irregular; MPE pode abrir investigação

    OLHARJURÍDICO O Tribunal de Contas do...

  2. Procuradora nega recurso e vereadores podem ser cassados por fraude eleitoral

    Justiça

    (14:16) Procuradora nega recurso e vereadores podem ser cassados por fraude eleitoral

    RepórterMT A procuradora Regional Eleitoral,...

  3. MPE pede afastamento e indisponibilidade dos bens de Soares

    Justiça

    (14:13) MPE pede afastamento e indisponibilidade dos bens de Soares

    MidiaNews   O Ministério Público...

  4. Justiça nega ação para fechar hospital por falta de alvará sanitário

    Justiça

    (14:12) Justiça nega ação para fechar hospital por falta de alvará sanitário

    FOLHAMAX O juiz da Vara de Ação...

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados