Gestão Pública News

Ministério Público

A pedido do Ministério Público Estadual (ME), Secretaria de Ordem Pública voltou a retirar mesas e cadeiras da Praça da Mandioca.
22 de Setembro de 2017 ás 14:53 -

Prefeitura monta força tarefa e volta a retirar mesas e cadeiras da Praça da Mandioca

A pedido do Ministério Público Estadual (ME), Secretaria de Ordem Pública voltou a retirar mesas e cadeiras da Praça da Mandioca.

DA REDAÇÃO - OLHARDIRETO

Uma força tarefa coordenada pela Secretaria de Ordem Pública voltou a retirar mesas e cadeiras da Praça da Mandioca, a pedido do Ministério Público Estadual (MPE). Os empresários da região descumpriram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o MPE para evitar que os clientes ocupem as ruas no entorno da Praça.

 

De acordo com informações do secretário Coronel Leovaldo Emanoel Sales a ação foi tranquila e os empresários não apresentaram resistências. O mobiliário dos bares foi apreendido e levado pela Secretaria com o apoio do Polícia Militar.

A primeira proibição expressa contra os bares ocorreu em dezembro do ano passado, sob a gestão do prefeito Mauro Mendes. Na ocasião, as mesas foram retiradas da via pública e a decisão rendeu extenso debate sobre o problema. A prefeitura prometeu criar um caççadão na região, a fim de pacificar o caso.

“Nós estivemos em contato com a comunidade e infelizmente se voltar nós teremos que ir lá e retirar tudo novamente. Todas as vezes que nós estivemos lá existe uma diversidade de interesse, mas não tem como ir contra a lei”, afirmou Salles.

A legislação brasileira proíbe a obstrução de via pública. Mas além disso, os moradores também reclamam do som alto nos bares. Para evitar estes problemas, o MPE firmou em janeiro deste ano um acordo com os proprietários de bares e restaurantes da praça, mas o TAC nunca foi comprido.

“Nós recebemos mais de uma provocação do MPE para fazer a apreensão, a última foi no dia 30 de junho, mas por questões estruturais não conseguimos ir até a praça, o que só foi feito ontem”, esclareceu o secretário.

De um lado, os moradores mais antigos do local reclamam que com a obstrução da via fica difícil se movimentar pela região e de outro os empresários lamentam a redução do movimento e a queda nos negócios quando a apreensão foi feita. 

Nenhum Comentário

Últimas notícias

  1. AL recorre ao STF por liberdade de Mauro Savi; pedido no STJ ainda aguarda decisão

    Justiça

    (13:32) AL recorre ao STF por liberdade de Mauro Savi; pedido no STJ ainda aguarda decisão

    Olharjurídico A Assembleia Legislativa...

  2. MPF mantém esquema de segurança a procuradores ameaçados de morte

    Justiça

    (13:30) MPF mantém esquema de segurança a procuradores ameaçados de morte

    RepórterMT O Ministério Público...

  3. Supremo proíbe condução coercitiva de réus ou investigados

    Justiça

    (13:28) Supremo proíbe condução coercitiva de réus ou investigados

    MidiaNews Por maioria de votos, o Plenário...

  4. Através de ex-juiz Julier, vereador tenta revogar escolta de Selma

    Justiça

    (13:23) Através de ex-juiz Julier, vereador tenta revogar escolta de Selma

    MidiaNews O vereador Geraldo Antônio dos...

Copyright @ Gestão Pública News - 2009 - Todos Direitos Reservados